segunda-feira, 30 de maio de 2011

Objetivo.

Domingo de manhã acordei com um pensamento na cabeça: “Transformação é realmente possível?”

Partindo do princípio do grão de mostarda, que é uma semente bem pequena que se transforma numa arvore grande, que produz milhares de outras sementes e abriga pássaros (exemplo que Jesus dá em Lucas 13.19) é que acredito na transformação de realidades, não apenas de pessoas, mas de comunidades, cidades e até nações.

Trabalho para a transformação utilizando todos os meios que possuo. Plantando sementes. Diretamente inserido na comunidade, dando exemplo de conduta e treinando pessoas. Também faço isso através da comunicação da base da Jocum BH, e em cada outro lugar onde passo, com o objetivo de deixar uma marca positiva na vida das pessoas que tenho contato.

Qual é seu papel? Onde está inserido? É um comerciante, professor, funcionário público ou de uma empresa? Como tem utilizado isso para fazer a diferença e mudar a realidade onde está inserido? Quais sementes tem plantado?

Jesus é o melhor exemplo a ser seguido. As pessoas que realmente o seguiram e o seguem são a prova disso. Elas não foram perfeitas, tiveram suas lutas e erros, como todo ser humano. Eram como nós, mas fizeram a diferença porque acreditavam no poder de transformação.

Como dizia Agostinho (em outras palavras): Viva o evangelho, só gale dele se realmente for necessário. Seu exemplo vale muito mais. Sorria, abrace, se relacione com as pessoas, encoraje-as. Seja positivo. Há tantas maneiras, descubra a sua!

Temos poder para transformar o mundo, e devemos usá-lo. Faça a diferença. Aprenda a viver. Leia a bíblia e pratique!

2 comentários:

Luciana Ribeiro disse...

Eu que disse que não era possível transformação de modo geral no Brasil, acabo de ter a minha esperança restaurada!

Thanks for change my mind através desse post!!

Fora isso tudo... Ainda tenho que dizer que te amo!!

Administrador disse...

Lembrei de vários de nossos papos lendo seu post..
Benção!

Abração, Loprete