segunda-feira, 16 de março de 2009

Testemunho minha história...

Nasci em um lar cristão Católico.

Meu pai se converteu na igreja metodista de Maringá. Um tempo depois Deus falou com eles para vir a Londrina Josué 1 1-9

Minha primeira experiência com Deus foi na segunda série. Tinha um daqueles passeios marcados, iríamos a uma fazenda, minha mãe tinha comprado um pacote de chips e uma coca lata, estava super ansioso. Chegando perto da hora do almoço o tempo fecho, fiquei angustiado porque se chovesse o passeio era automaticamente cancelado. Fui falar com minha mãe sobre isso e ela disse: vai lá no seu quarto, coloca seu joelho no chão e conversa com Jesus, que ele fará com que o tempo limpe e que o passeio seja ótimo. Orei e acho que em menos de 20 minutos o céu já estava lindo, com apenas algumas nuvens.

Fiz primeira comunhão e parei antes da crisma, por ninguém mais freqüentar a igreja católica, todos iam em uma igreja evangélica.

Com 11 anos comecei a correr de kart, benção tremenda né? Corri até os 17 anos, fui penta campeão regional, campeão paranaense e vice por 2 vezes, terceiro lugar no sul brasileiro, décimo na copa do Brasil, entre outros campeonatos menores que eu participei, ganhando alguns e ficando bem colocado em outros.

Comecei a ir com minhas irmãs nas programações para adolescentes da igreja e creio que lá me converti, com uns 12 anos eu acho.

Porém, crescendo no meio automobilístico, onde baladas, bebedeiras e lascívia eram coisas legais, com uns 14, 15 anos comecei a conhecer baladas, e beber. Já conhecia a Deus, mas sempre Ele me mandava para um lado e eu ia para o outro, muitas vezes Ele me tocava para voltar para perto dele, eu voltava, mas logo saia de perto denovo.

No segundo colegial (de 15 pra 16 anos) comecei a fumar maconha, que logo começou a me trazer problemas e desgostos, minha mãe descobriu (varias vezes depois da primeira, sempre era muito triste). Apenas pela graça de Deus que não fui viciado em drogas mais pesadas.

Namoradas minhas terminaram comigo por causa deste vicio, teve uma que até tentou me ajudar, eu ficava sem fumar um tempão mais vira e meche tinha recaída, até que chegou uma hora que ela não agüentou mais. A maconha sempre foi uma desgraça na minha vida. Passei por muitas coisas que eu não precisava ter passado.

Com tudo isso em minha vida eu já não sentia mais tanto prazer em correr de kart, pois sempre em finais de semana de corrida rolava alguma festinha, que no caso eu perderia. Já não sentia mais prazer em ir para pista nas quartas feiras e sábados para passar a tarde toda treinando. Resultado, meu rendimento caiu, e na mesma época o dólar estourou, todos os preços subiram, meu patrocínio continuou a mesma coisa e novos patrocínios não apareciam mais. Acabei por parar no final de 2001, interrompendo uma possível carreira automobilística.

Passei no vestibular na UEL em zootecnia, tirei carteira de motorista, meus pais estavam bem financeiramente e eu mal espiritualmente. Tive experiências que eu poderia muito bem passar sem. Dinheiro no bolso, carro para ir e vir, não soube administrar tal responsabilidade e fiquei 1 ano e meio nessa.

Um pouco antes de largar a faculdade eu bati o carro pela segunda vez, bêbado e cheirado. Tinha uma “economia” que foi tudo para pagar o concerto. No final de semana seguinte me peguei sem dinheiro e com muita vontade de sair e cheirar cocaína, e foi ai que vi onde estava me enfiando.

Deus foi maravilhoso demais comigo nesse momento. Nesse mesmo dia minha irmã me chamou para ir na IPB da Vila Judith, dizendo que era a mesma igreja de um amigo meu que havia se convertido a algum tempo já, e foi então que comecei ir na Vila. Gostei muito desta igreja pelo fato de ser bem recebido. Na outra igreja que eu ia as vezes com minha mãe e minhas irmãs era como se eu fosse invisível, na minha opinião as pessoas eram só imagem, e eu era um mulambo que gostava de punk rock.

As pessoas da Vila Judith foram uma benção tremenda em minha vida. Me entreguei a Jesus e ele agiu em mim, tocando meu coração para largar a faculdade e fui trabalhar com meu pai. Andava de BMX e trabalhei uns 8 meses até conseguir comprar minha mountain bike, comecei a praticar DownHill, fui batizado e fiz profissão de fé. Tinha um relacionamento legal com Deus.

Levei meu primeiro tombo feio, tive uma contusão grave no músculo da cocha, fiquei uns dias sem pisar no chão e mais de 2 meses mancando e fazendo fisioterapia sem poder trabalhar. Com isso durante o dia sobrava bastante tempo para não fazer nada, e logo voltei a fumar maconha.

Mais pra frente fui voltando para a vida de baladas, já não era como antes, mas voltei. Mesmo caído eu sentia que Deus não se afastava de mim, sempre orava, ia a igreja, até fala de Deus para as pessoas, mas ainda era escravo do pecado.

Sempre orava e pedia que Deus trabalhasse em minha vida, que ele mudasse minha forma de pensar e me usasse na sua obra. Creio que Ele me usou algumas vezes onde eu estava, porém na maioria das vezes eu era omisso. Vivi muita coisa que eu não precisava ter vivido, sofri por coisas que eu não precisava.

Deus me deu um talento muito bom, proporcionando a oportunidade de entrar em outro curso universitário, Design Gráfico, que me formei e hoje trabalho para Sua glória.

Quando entrei neste curso ainda não tinha entregado completamente minha vida a Deus. Durante a faculdade eu fiz a maioria das coisas do meu jeito, e por eu ainda não ter entregue a minha vida totalmente a Deus, eu não conseguia ouvir a Sua voz, e com isso não sabia das maravilhas que Ele tinha pra mim. A benção vinha pela metade e eu continuava passando por coisas que se tivesse com Ele eu não passaria.

A aproximadamente 15 dias antes de eu terminar meu TCC Deus me deu um tombo enorme, perdi minha namorada e entrei num desespero tremendo, pois tinha muita coisa para fazer e muito pouco tempo. Só pela misericórdia de Deus eu conseguiria terminar este trabalho a tempo. Ele então me proporcionou recursos para me manter calmo, força e capacidade para terminar o trabalho, o qual surpreendeu a banca examinadora, me proporcionou uma boa nota e o privilégio de ter meu projeto aplicado.

No dia que estava imprimindo o trabalho Deus tocou meu coração, mostrando o que Ele havia feito por mim, não só neste trabalho mas durante toda minha vida, e me convidou para se entregar inteiramente a Ele e confiar meu futuro a Ele, e foi o que pela sua misericórdia eu fiz.

Neste momento Deus iniciou um tratamento maravilhoso em minha vida. No começo doeu muito, pois ele estava lavando as muitas feridas que eu tinha, e continuou doendo por um tempo até tudo ficar curado.

Hoje eu consigo ouvir a Sua voz, e vejo que quanto mais experiências com o pecado, maior a batalha espiritual, pois o inimigo vai ter mais recursos para lutar contra você, e com isso fica mais difícil se manter próximo de Deus.

Minha história foi marcada por altos e baixos. Muitas vezes o Senhor me castigou, e em uma delas ele me falou, o por que da disciplina que ele me aplicara, em Salmos 118:18-19 “O Senhor me castigou severamente, mas não me entregou à morte. Abri-me as portas da justiça; entrarei por elas e renderei graças ao Senhor.”. Confirmando isto esses dias com o Salmo 119:71: “Foi bom para mim ter sido castigado, para que aprendesse os teus decretos”.

Ele não mudou de uma hora para outra, porque EU não permitia, eu amava o pecado, e com isso vivi muitas coisas que não precisava ter vivido. Eu só consegui ouvir a voz de Deus a partir do momento que eu entreguei mesmo minha vida para Ele, quando entreguei TOTALMENTE e busquei o milagre, a cura.

Um texto que me toucou para prosperar na fé foi Hebreus 11: 23-29, principalmente no trecho “Pela FÉ, Moisés saiu do Egito, não se preocupando com a raiva do rei, permanecendo firme como quem vê o Deus invisível”

Isso me animou a querer largar a vida que eu levava, o Egito em que vivia. Como eu disse não foi de uma hora para outra, Deus foi trabalhando em minha vida, sempre me derrubando quando eu me afastava dele, para que eu me rendesse aos Seus pés, para então ele me levantar de novo, me mostrando que eu dependo dele.

Uma frase legal que eu ouvi não me lembro onde nem de quem é: “Jesus não se importa com quantas vezes você já caiu, mas com quantas vezes você procurou Ele para se levantar”

Um texto que me ajudou bastante também é Efésios 6:10-20, que fala da armadura de Deus.

Mas o que explica a minha libertação é o texto de Colossenses 2: 13-15
“E, quando vós estáveis mortos nos pecados, e na incircuncisão da vossa carne, vos vivificou juntamente com ele, perdoando-vos todas as ofensas, havendo riscado a cédula que era contra nós nas suas ordenanças, a qual de alguma maneira nos era contrária, e a tirou do meio de nós, cravando-a na cruz. E, despojando os principados e potestades, os expôs publicamente e deles triunfou em si mesmo.”

Ef 2:5 “e estando nós mortos em nosso delitos, nos deu vida juntamente com Cristo, - pela graça sois salvo”

Neste texto Deus explica claramente porque Cristo veio ao mundo, para morrer por nós e por nossos pecados.

Em RM 13:11-14 diz para nos prevenirmos: “E digo isto a vós outros que conheceis o tempo: já é hora de vos despertardes do sono; porque a nossa salvação está, agora, mais perto do que quando no princípio cremos. Vai alta a noite, e vem chegando o dia. Deixemos, pois, as obras das trevas e revistamo-nos das armas da luz. Andemos dignamente, como em pleno dia, não em orgias e bebedices, não em impudicícias e dissoluções, não em contendas ou ciúmes; mas revesti-vos do Senhor Jesus Cristo e nada disponhais para a carne no tocante às suas concupiscências.”

Clame o nome de Jesus
Rm10:13 – “Porque: Todo aquele que invocar o nome do Senhor será salvo.”

Busque a cura:
Atos 9:34 – “Disse-lhe Pedro: Enéias, Jesus Cristo te cura! Levanta-te...”
Is 58:8: “Então romperá a tua luz como a alva, a tua cura brotará sem detença.” Deus te Libertará.”
Sl 124:6-8 “Bendito o Senhor que não nos deu por presas aos dentes deles. Salvou-se a nossa alma, como um pássaro do laço dos passarinheiros; quebrou-se o laço, e nós nos vimos livres. O nosso socorro está em o nome do Senhor, criador do céu e da terra.”
Jo 8: 32 – “e conhecereis a verdade, e a verdade vos libertará; 36 – Se, pois, o Filho vos libertar, verdadeiramente sereis livres.”
Lc 13 (Cura da mulher enferma) vs12- “Vendo-a Jesus, chamou-a e disse-lhe: mulher, estás livre da tua enfermidade”; 13 – “e impondo-lhe as mãos ela imediatamente se endireitou e dava glória a Deus.”

Não deixe o inimigo mecher no lixo da sua vida, Jesus já te perdoou! Cl 2:13-15 (acima)

Tome cuidado:
2Co 11:3
“Mas receio que, assim como a serpente enganou a Eva com a sua astúcia, assim também seja corrompida a vossa mente e se aparte da simplicidade e pureza devidas a Cristo”

Não se conforme:
Rm12:2
“E não vos conformeis com este século, mas transformai-vos pela renovação da vossa mente, para que experimente qual seja a boa, agradável e perfeita vontade de Deus.”

Não ame o mundo!
1Jo2:15
– “Não ameis o mundo nem as cousas que há no mundo. Se alguém amar o mundo, o amor do pai não esta nele. 16 porque tudo que Há no mundo, há concupiscência da carne... não procede do pai...”

Persevere!
2Co 4: 17-18
– “porque nossa leve e momentânea tribulação produz em nós eterno peso de glória, acima de toda comparação, não atentando nós nas cousas que se vêem, mas não que não se vêem; porque as que se vêem são temporais, e as que se não vêem são eternas.”
Rm5:3 “E não somente isso, mas também nos gloriamos nas próprias tribulações, sabendo que a tribulação produz perseverança,; e a perseverança , experiência,; e a experiência esperança.”

Mantenha a unidade da fé, como fala em Ef 4:1-6...andando juntos, suportando uns aos outros...

Cumpra o mandamento de Deus:
1Jo 3:23
Ora, o seu mandamento é este: que creiamos em o nome de seu filho, Jesus Cristo, e nos amemos uns aos outros, segundo o mandamento que nos ordenou.

Um comentário:

Loprete disse...

Sem palavras... Você é uma benção na minha vida, e NUNCA, nada do lixo que passou pela sua vida vai falar mais alto do que o que Deus fala através de você, brother!
Grande abraço, e obrigado pela força de sempre!
Estamos aí..